A cama da Queen B

A propósito de uma foto que publiquei da Bia na cama dela, várias pessoas me perguntaram sobre a cama e o sono dela. Irei falar um pouqinho sobre isso e fico à espera que me contem como é desse lado. Contem tudo, vá 🙂

 

Pois bem, a cama da Bia não é mais do que um colchão de cama individual no chão. Isso. Assim. Um colchão no chão. Mas que coisa mais sem estilo né?! #soquenao

Quem me conhece sabe que sou defensora do método montessori e para mim é muito importante ter um ambiente preparado para ela, à altura dela. Talvez ainda não tenha totalmente preparado, mas para lá caminhamos. A Bia tem todos os brinquedos, plasticinas, livros, peluches, tintas à disponibilidade dela, sempre que quer basta pegar. Assim sendo, a cama teria de seguir o mesmo caminho…

Em relação ao quarto, a ideia é ter uma daquelas camas super giras (em forma de casa ou tendinha) com estrado no chão, mas como ainda não nos decidimos em relação a tamanho e qual comprar solucionámos desta forma, e a verdade é que isto de ter o colchão no chão resulta super bem. É confortavel para ela, sai da cama e volta para lá sem problema, e quando quer, se der uma volta maior e cair no chão nem acorda tão pouco 🙂 Os protectores são, nada mais nada menos que, dois peluches gigantes que uma amiga lhe ofereceu no Natal e ela A D O R A! Colocamos um dossel rosa para dar assim um ar mais princesa (nada eu hahahah), ela adora brincar com aquilo também, e pronto, temos a cama dela! Não é muito “fancy”, eu sei, mas resulta e nós adorámos e isso é  que realmente importa.

32605896_10214229536726005_1249033561202229248_n

E sabem que mais, não há melhor para ela e para nós! Não, a Bia não dormia mal, aliás, dorme super bem desde que nasceu (tão bem que não me deixavam vir para casa da maternidade porque este piolho só queria dormir 😛 ) mas fazíamos “co-sleeping” desde os 6/7 meses e nós acabávamos por despertar bastantes vezes durante a noite, não por ela acordar, apenas o instinto com medo de a magoar. Mas não pensem que não gostávamos de dormir com ela! Era muito bom, e continua a ser porque ela tem vezes  que acorda  a meio da noite e lá vem ter connosco.

Estão a ver aquelas camas de grades todas giras, roupa de cama maravilhosa a combinar com a decoração do quarto, cheia de acessórios lindos? Pois é, tínhamos, mas não usámos! Podemos afirmar, com toda a certeza, que foi a única coisa que compramos e da qual nos arrependemos. A Bia dormiu lá muito pouco. Como amamento em livre demanda ela ia acordando para comer e eu tinha preguiça de a voltar a colocar na cama, então foi sempre ficando connosco, na nossa cama. Chegou o momento em que consideramos que seria melhor ela ficar no quarto dela, e assim foi, fizemos todas as alterações necessárias e tem sido uma experiência óptima! Altamente recomendável. Mas dormir com eles também é 🙂

Ela está a dormir no quarto dela, com a cama assim, há muito pouco tempo, 2 meses para ser mais precisa, mas o feedback é excelente. Por norma acorda 1 vez para mamar, mas nem chora (também é algo que ela nunca fez ao acordar, salvo raras excepções), levanta-se vem ter connosco ao quarto e pede “mimi” (maminha). Tem noites que vou de imediato com ela para a cama dela e ela lá fica e tem outras noites que simplesmente pego nela e deito connosco.

Falando do sono, a Bia é daqueles bebés que dorme toda a noite quase desde que nasceu, e acreditem que não estou a exagerar 😉 mas tinha noites que para adormecer era preciso todo um filme de 90 minutos. Ora a cantar, ora a dançar, ora no colo da mãe, ora na mama, ora no colo do pai… xiça! Havia noites em que ela demorava mesmo imenso a adormecer, contudo, nós sabíamos que depois de adormcer seria até de manhã! E assim continua até hoje. Claro que já tivemos noites mais dificeis, em que ela acordava de hora a hora, por exemplo. E temos ainda noites em que ela acorda mais do que 1 vez por noite, mas isso não é nada. Não custa nada. Ela dorme muito bem, é isto. Ela dorme bem.

Mamãs que têm filhos a acordar muitas vezes, e que me questionaram sobre a técnica que usei para  Bia dormir toda a noite, não pensem que isto é uma afronta! Não é! E também não usei qualquer técnica. Simplesmente são todos diferentes. Há bebés que dormem bem, há aqueles que dormem menos bem, há os que basta deitar na cama que adormecem, e até adormecem sozinhos (a Bia tem de adormecer connosco ao lado ou no nosso colo), há os que demoram muito a adormecer, os que não acordam durante a noite, os que acordam 1, 2, 3 vezes… eu sou completamente contra técnicas para dormir, apesar de nunca ter precisado também é verdade, o importante é perceber o que está a causar o mau sono do bebé!

Acredito que, por vezes, o nosso “desespero” nos leve a experimentar tudo mas é preciso ter consciência daquilo que vamos fazer. E não quero com isto criticar quem opta por utilizar técnicas, se as técnicas forem aconselhadas por quem realmente sabe e for aplicado algo de acordo com um “exame” feito ao bebé e a tudo o que rodeia, para perceber o que está a causar esse transtorno no sono, tudo bem.

Sou completamente contra deixar o bebé chorar até adormecer, por exemplo. Desculpem, não querendo ofender ninguém, mas onde é que isto é solução? Isso é o mesmo que abandonar o bebé e deixar que adormeça por cansaço. A Bia teve uma semana, coincidiu com o pico dos 6 meses, bastante má. Adormecia tarde, custava ainda mais a adormecer, e acordava a cada hora! Numa das noites tentámos isso de deixar chorar um bocadinho a ver a coisa. Esqueçam lá isso. Eu quase que tinha um ataque de pânico. Está completamente fora de questão para nós. Nem sequer consigo ler sobre o assunto porque me dá ânsias, comichão. Claro está que o chorar um bocadinho foram segundos 😛

Os bebés são apenas isso, bebés.  Estão a aprender. E nós também. Eles querem colo, mimo, atenção, aconchego… E acham que há melhor lugar para estar do que o colo dos pais? Eu não acho. Acham que há melhor local para adormcer? Qual o problema do bebé adormecer no colo? Qual o problema do bebé adormecer a mamar? Qual o problema do bebé dormir com os pais? Se isso resulta e estão felizes, é só continuar (acreditem, eles não vão querer dormir com os pais até aos 18 anos).

Eu imagino que seja difícil a privação do sono, imagino que chega o momento em que estamos desesperados e apenas queremos que durmam para que também possamos descansar e podermos estar a 100% para eles. Mas informem-se com profissionais a sério. O que resulta com uns, pode não resultar com outros e é importante perceber, com quem realmente sabe, qual o caminho a seguir. É preciso compreender o bebé, o que pode estar a provocar a dificuldade em dormir, e isso só pode ser feito com bons profissionais.

Seja qual for o motivo, por favor, não deixem os vossos bebés adormecer a chorar! “Porque ninguém, em idade nenhuma, merece adormecer a chorar.” Constança Cordeiro Ferreira.

 

32498202_10214229536325995_5514296816138452992_n

O Panda não pode faltar, claro 🙂

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s